Domingo, 22 de Agosto de 2010

 

O meu amor voltou hoje!

Moreninho, com o mesmo sorriso genuíno, com o mesmo abraço apertado.

O meu amor voltou e eu só quero enchê-lo de beijinhos!


tags: ,

publicado por Petit Mimi às 23:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 21 de Agosto de 2010

 

Acabei hoje de ler "The host", ou em português, "Nómada", da Stephenie Meyer. É engraçado, que tenho o livro na cabeceira há mais de um ano, e mal lhe toquei este tempo todo.Talvez fosse a perguiça de ler em inglês. Talvez os primeiros capítulos não sejam assim tão interessantes. Mas de um livro nunca se desiste. E de repente, em 3 dias, li o livro duma assentada.

E tenho a dizer-vos que adorei. Foi um livro muito bonito, com uma história de amor que mete os pseudo-vampiros a um canto imediatamente. Uma história fascinante, diferente, original... Que nos faz questionar a maneira como vivemos na Terra. E teve um final feliz - como se quer, de vez em quando.

Aconselho. Um nadinha drama adolescente, claro, mas mesmo assim, vale a pena. Não tem vampiros que brilham no escuro nem lobisomens podres de bons, por isso já estamsoa  fazer progressos.


tags:

publicado por Petit Mimi às 23:54 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Houve póquer a meio da noite, houve bolachas de chocolate, houve passeios junto à marina, com um vento tão cortante mas tão agradável ao mesmo tempo. O sol estava quente, como se quer, e as pessoas pareciam concentrar-se todas na mesma praia, o que deixava aquele pequeno recanto juntos às rochas quase deserto, perfeito para nós.

Houve compras e cinema e carrinhos de choque. Ui, o que eu me ri nos carrinhos de choque!

Também houve momentos aborrecidos, que istos de passar uma semana inteira só com os pais tem tendência a tornar-se aborrecido. Mas eles ficam felizes, e eu, no fundo, até gosto da companhia deles.

Houve saudades de casa - há sempre! - e também houve direito a umas idas à farmácia à procura de cremes para as queimaduras solares. Que, por milagre, este ano onão foram minhas.

Gostei da Figueira da Foz. Era bem capaz de lá viver.


tags:

publicado por Petit Mimi às 22:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Vou amanhã para aqueles lados, por isso não estranhem a falta de novidades por aqui - não que tenha havido muitas novidades de qualquer maneira, mas pronto.

Vamos ver se é desta que fico moreninha!

 

E já agora... Há dia aderi ao Formspring. (Para quem, tal como eu, não sabia, é um site onde se colocam todo o tipo de perguntas aos participantes). O meu é este: PetitMimi

Se quiserem podem deixar lá as vossas perguntas, anónimas ou não... Eu prometo que respondo a tudo!


tags:

publicado por Petit Mimi às 22:43 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Eu gosto muito dos meus amigos, acreditem. Gosto muito quando estamos todos juntos, a dizer patetices e a jogar cartas. Gosto que sejam todos tão diferentes e que cada um deles traga qualquer coisa de imprescindível ao nosso grupo. Mas por vezes eles tiram-me do sério.

Desta vez é por causa do campismo. Desde o 10º ano que estamos quase todos em turmas diferentes, e por isso é cada vez mais complicado manter os laços de amizade tão fortes como antes. Mas a gente vai tentando. O ano passado fomos acampar todos juntos, e a experiência foi excelente. Todos a conversar até de madrugada, a cozinhar, a jogar póquer ao pé da piscina... Este ano era para repetir. Então, há cerca de um mês, juntamo-nos para tentar combinar uma data que favorecesse toda a gente. Primeira semana de Setembro, disseram eles. Mas depois o Daniel liga-me, ah e tal, dava-me mais jeito em Agosto, e pronto, última semana de Agosto é que é.

Ora, a data aproxima-se e está toda a gente, vá, a lixar-se. Então lá fui eu, ligar a todos, a perguntar se vão ou não. Já o ano passado fui a eu a resolver tudo. Falta uma tenda? A Mimi arranja. Extensão para a luz? Fala com a Mimi. Ei, não tenho louça de plástico... Pede à Mimi.  Bem, não importa. A questão é que agora cortou-se toda a gente. De 12 passamos para 6. Ou 4, depende. E para quem é que eles atiram a culpa desta situação?

Pois, para mim. Acham que é por minha causa que temos de ir em Agosto. O que é parvo, mas pronto.

E sabem o que é que eu digo em relação a isto?

Azar o deles. Parecem crianças, sem responsabilidades nenhumas. Eu aqui a fazer um esforço para tentar manter o grupo unido, para que continuemos amigos, e eles a lixar-se completamente. Pois muito bem, eu não hei-de perder horas de sono por isto. Vou acampar com o R., nem que sejamos só nós os dois.

 

 

Mas no fundo sinto-me triste. Porque tenho saudades deles, e gostava de voltar a tê-los reunidos na minha tenda outra vez.


tags:

publicado por Petit Mimi às 20:18 | link do post | comentar

 

Eu sou fã do Phineas e Ferb, confesso!



publicado por Petit Mimi às 12:27 | link do post | comentar | ver comentários (5)

Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010

Ando a rabiscar uma lista de coisas que quero fazer quando o R. chegar. Não é nada de especial, tem coisas tão banais como "ir ao cinema" ou "partilhar uma waffle com gelado de morango". Mas é dessas que tenho mais saudades - das coisas pequeninas às quais só damos valor quando não as podemos ter.

Outras coisas dessa lista são:

- escrever os nossos nomes numa árvores;

- ver o "Moulin Rouge", e isto vai ser traiçoeiro, já que o rapaz não gosta muito de musicais;

- um almoço feito por ele;

- passear na Baixa e junto ao rio.

É infantil e pateta, eu sei. Aliás, eu sinto-me infantil e pateta, sempre a queixar-me de estar sozinha. A verdade é que, embora esta separação esteja a ser horrível em vários aspectos, está a ensinar-me (nos) muitas coisas. E eu não estou assim tão fragilizada, descansem. Tenho saído, e estado com amigos, e feito compras, e lido, e visto televisão... Não estou apenas sentada à espera dele, como aquelas personagens tontas dos romances antigos.

Só que custa, pronto. Sinto-me como uma cabritinha desmamada. E isto faz-me lembrar uma tal música do Quim Barreiros que canto em quase todos os casamentos...


tags:

publicado por Petit Mimi às 18:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

E é para dias como estes que existe a música, felizmente.


tags:

publicado por Petit Mimi às 11:30 | link do post | comentar

Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

 

Eu sempre admirei aqueles casais que, ao fim de cinquenta anos de casados, ainda passeiam de mãos dadas, ainda dão beijinhos envergonhados, ainda se amam tanto como no início. Gostava de saber a fórmula mágica que os faz ter energia, força, e coragem para lidar com os problemas da vida e, mesmo assim, continuarem a amar-se como dois adolescentes.

Bolas, eu quero tanto ser assim também!


tags:

publicado por Petit Mimi às 19:31 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

A Lily faz 20 anos hoje. 20 certinhos, quatro mãos cheias.

É engraçado como as coisas mudam. Éramos as melhores amigas do mundo, inseparáveis, cheias de confissões uma da outra e milhares de cartas escritas quando as palavras escasseavam. A Lily compreendia-me, e eu gostava dela, pequenina e desajeitada, aquelas olheiras gigantescas e aquele sorriso espontâneo.

Mas depois o tempo passou. A Lily afastou-se. A Lily deixou de confiar em mim como antes. Deixou de me enviar cartas. Deixou de vir aos jantares e às festas. E ainda se zangava comigo, por não compreender. Mas compreender o quê? Que não lutaste por esta amizade? Que te deixaste levar? Que és incapaz de fazer um esforço quando eu fui fazendo tantos?

Às vezes tenho saudades dela, da forma como me pedia para lhe dar a mão para atravessar a rua. A Lily era uma das minhas melhores amigas, e hoje parecemos estranhas.

Antes julgávamos que ia durar para sempre. Porque não? Éramos tão semelhantes... Ambas queríamos tudo, tudo: viagens, paixões, histórias e sorrisos. Ser mulheres sofisticadas e corajosas e independentes e felizes. Depois fomos crescendo. Eu lá vou lutando. A Lily tem medo. Ambas queríamos ser amigas para sempre.

Mas há coisas que se perdem pelo caminho.


tags:

publicado por Petit Mimi às 15:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

 

É Verão e o meu amor está longe. Considerando os meus 18 anos e a crença característica da idade de que o mundo gira apenas à volta do nosso amor, não me parece que haja alguma coisa pior.

É Verão, o meu amor está longe e é ano de escolhas difíceis. Sexta feira é dia de escolhas difíceis, mais precisamente. Direito ou psicologia. Não sei, não consigo escolher, não consigo perceber em qual me encaixarei melhor. Precisava dele, do meu amor, aqui, a fazer-me festinhas na cabeça, e a dizer que os advogados são todos uns ladrões mentirosos e os psicólogos só aturam malucos. O meu amor ia discutir comigo os pontos positivos e negativos, ia dar-me uma opinião honesta, ia dizer-me "devias ir para aquilo", ao contrário das outras pessoas que só me dizem "tu é que tens de escolher". Não ajudam lá muito.

O meu amor está longe e parece que, de repente, todas as outras pessoas arranjaram amores para si. E eu sei que deveria ficar feliz por elas, sei muito bem, mas tudo aquilo que consigo sentir é inveja. Raiva. Desespero. Vejo-as de mãos dadas e apetece-me meter-me no meio. Quando me falam dos seus planos, vamos almoçar, vamos ao cinema, vamos passar o dia todo em casa no sofá, só penso em separá-los, agredi-los à paulada, impedir aquela felicidade toda à qual eles nem darão valor - como eu também não dava, quando todos os dias eram meus e do meu amor. Agora os dias são deles, e eu não vejo o meu amor, não lhe afago o cabelo nem lhe conto as covinhas do sorriso há mais de um mês. 33 dias. E eles desperdiçam os seus dias com brigas infantis e pequenas vinganças, quando tudo o que eu queria era abraçar o meu amor só durante cinco minutos, para ver se as suas mãos ainda são como eu me recordo, ou se se tornaram mais ásperas, menos quentes, menos protectoras.

O meu amor está longe e eu tenho tanta, tanta inveja dos meus amigos, ao sol de mãos dadas, a saltar ondas abraçados, a partilhar gelados de chocolate, que até me parece mal admitir. Não é o fim do mundo, não, mas é um Verão inteiro, no qual cabe uma vida, ou caberia, se ele cá estivésse.



publicado por Petit Mimi às 22:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim
arquivos

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010